Logotipo Federação Varejista do RS e SPC Brasil

Vendas no comércio caxiense superam expectativa em outubro com aumento de 8,42%

Notícias de associados: Federação Varejista do RS

Depois de longo período de baixo crescimento e mesmo de queda, o varejo caxiense dá sinais de recuperação. Em outubro, as vendas cresceram 8,42%, em comparação ao mês de setembro. Já em relação ao mesmo período de 2022 os números são estáveis, com tímido aumento de 0,36%, enquanto no acumulado do ano há incremento de 1,20%.

Os resultados do Termômetro de Vendas da CDL Caxias foram apresentados em coletiva de imprensa sobre o desempenho da economia, na manhã desta terça-feira (5), na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) do município.

Outro dado que chamou a atenção foi a diferença no volume de consultas ao SPC por lojistas e consumidores, com queda de 22,09% e crescimento de 18,46%, respectivamente. Quanto à inclusão de débitos no sistema, outubro registrou aumento de 8,57% e as exclusões tiveram incremento ainda mais expressivo, de 16,92%. Com estes índices, a inadimplência recuou 1,29% em relação ao mês anterior.

O assessor de Economia e Estatística da CDL Caxias, Mosár Leandro Ness, destacou que outubro apresentou crescimento acima do esperado nas vendas na comparação com setembro. O economista fez referência ao baixo aumento nas comercializações do Dia das Crianças e na sensação dos varejistas de que o setor segue em ritmo lento, o que explica a desidratação dos índices acumulados no ano e nos últimos 12 meses.

“Outubro estava marcado por projeções negativas para o varejo, com relato dos empresários de que o mês fecharia com vendas aquém das esperadas. Porém, o resultado no faturamento, felizmente, apontou em outra direção. Uma das possíveis explicações para este desempenho positivo é que a base dados dos meses anteriores foram de resultados ruins, além de uma oscilação de desempenho que promoveu uma redução dos negócios de longo prazo, tanto no decorrer do ano quanto no acumulado de 12 meses”, contextualiza Ness.

Cleber Figueredo, coordenador de Tecnologia, Informação e Inovação da CDL Caxias, valorizou o fato de o comércio abrir o último trimestre do ano com números positivos. Segundo o coordenador, as movimentações no varejo local em função do Natal podem contribuir para fechar o ano com incremento nas vendas.

“Este ano tem sido de grandes desafios para o comércio de Caxias do Sul e as pesquisas da CDL demonstram que as datas comemorativas não têm gerado os negócios que precisamos para compensar as perdas dos últimos meses. Cabe ao lojista seguir resiliente e apostar numa retomada agora no final do ano. O Natal é uma grande oportunidade de movimentação da economia, com o 13º salário e outros benefícios acessados pelos consumidores. Outro indicativo positivo em outubro é a queda, mesmo que pequena, da inadimplência, o que pode trazer de volta ao mercado muitos consumidores que estavam sem acesso ao crédito”, pontuou.

Redação: Assessoria CDL Caxias do Sul
Edição e Coordenação: Marcelo Matusiak

Leia também...